Pular para o conteúdo

Blog do Vavá da Luz

Vavá da Luz

TODA NUDEZ SERÁ CASTIGADA (Marcos Tavares)

A NUDEZ CASTIGADA

Diz o Gênesis que homem e mulher vagavam nus pelo Paraíso até cometerem o pecado. Aí se deram conta de sua nudez e cobriram-se com folhas de parreira. Esse traço da mitologia judaico-cristã mostra que desde os tempos imemoriais, seja por razões climáticas ou por ditames morais, o homem sempre procurou cobrir-se e nunca expor sua nudez.De uma maneira ou de outra, no calor ou no frio, a homem  protegeu-se com peles, folhas e depois fibras trançadas até chegar ao requinte dos tecidos e das roupa como hoje a conhecemos. A nudez ficou então reservada à intimidade e  intimamente ligada a lascívia e ao pecado e terminou por encontrar seu nicho junto a pornografia.
O naturismo surgiu no entre guerras na França como um retorno a uma vida livre e literalmente despida de preconceitos. Algumas praias e colônias francesas começaram a permitir a nudez que chegou até Portugal e veio ao Brasil, onde a cantante Luz Del Fuego foi uma das primeiras a experimentar as agruras e delícia do corpo despido, no caso dela, escondido apenas por uma cobra. Na Paraíba, o naturismo sediou-se em Tambaba, bela praia do município do Conde, e como atraiu turistas terminou por tornar-se sensação e ganhar espaço na mídia.


Continue a ler »TODA NUDEZ SERÁ CASTIGADA (Marcos Tavares)

TEM MUTRÊTA NISSO : Em benefício do turismo, Congresso reduz verba para saneamento e educação básica

  • por

As melhorias na educação básica, presumidas no programa “qualidade na escola”, também sofreram limitação na verba

congresso_nacionalO Congresso Nacional cortou mais de meio bilhão de reais da verba inicialmente prevista na proposta encaminhada pelo Executivo para os programas de urbanização de favelas, saneamento, segurança do espaço aéreo, escolas e combate ao trabalho infantil. A diminuição dos recursos aconteceu porque, ao apresentar emendas para projetos de interesse próprio, os parlamentares tiveram que deduzir os valores correspondentes às novas propostas de outras áreas. Assim, os programas escolhidos para perderem verba, dando lugar as emendas, foram aqueles de interesse social.

Continue a ler »TEM MUTRÊTA NISSO : Em benefício do turismo, Congresso reduz verba para saneamento e educação básica

NOSSOS VERDADEIROS CAMPEÕES

  • por

Rodrigo Soares e Manoel Júnior são os campeões em apresentar projetos sem importância

O levantamento foi realizado pela Ong Transparência Brasil que classifica as matérias parlamentares em diversas categorias temáticas

ranking_20101222_103033O termômetro que mede o índice de atuação dos deputados mostra que a qualidade dos parlamentares paraibanos está muito abaixo da média. A prova disso é que 78,20% das matérias apresentadas pelos 32 deputados estaduais e 12 federais da Paraíba são consideradas sem relevância. Ao todo, nos últimos quatro anos, foram sugeridos 5.716 projetos na Assembleia Legislativa e Câmara Federal, sendo que 4.470 são irrelevantes.

Na Assembleia Legislativa 81,62% das matérias apresentadas pelos 32 parlamentares, nos últimos quatro anos, são consideradas sem relevância, ou seja, dos 5.394 projetos apresentados, 4.403 são irrelevantes, uma média de 137,6 matérias sem importância para a população por deputado estadual.

Continue a ler »NOSSOS VERDADEIROS CAMPEÕES

HOJE TEM MAIS : Secretários de Comunicação, Cultura, Defensoria e Mulheres

  • por

Nesta terça-feira o governador eleito anunciou a sua equipe econômica

RICARDO-COLETIVA2_20101101_133046O governador eleito Ricardo Coutinho se utiliza mais uma vez da ferramenta twitter para divulgar nesta quarta-feira (22) mais nomes que vão compor o seu secretariado. Entre as secretarias anunciadas está a de Comunicação, Cultura, Mulheres e Diversidade Humana, Defensoria e possivelmente outras que serão anunciadas apenas às 13h.

Continue a ler »HOJE TEM MAIS : Secretários de Comunicação, Cultura, Defensoria e Mulheres

Ressurgem esperanças de Cássio; saiba como

  • por

Esperanças de Cássio ressurgem e diplomação fica entregue às mãos do relator no STF

Ao que tudo indica ressurge as esperanças do ex-governador e senador eleito, Cássio Cunha Lima (PSDB). O radialista Josival Pereira utilizou-se do seu micro-blog na tarde desta terça-feira, (21), e postou que a Assessoria do Gabinete do Ministro Cezar Peluso vai dar despacho na Ação Cautelar do tucano.

“De Brasília: a assessoria do gabinete do ministro Cezar Peluso informa que ele vai dar despacho na Ação Cautela de Cássio”, postou Josival Pereira.

A AC foi encaminhada ontem ao gabinete do presidente do STF, Cezar Peluso, para que ele decida se mantem ou não o atual relator. Pelo regimento também não poderiam assumir a relatoria do caso Ricardo Lewandowski e Carmem Lúcia. Outros seis ministros mais o presidente compõe a corte do Supremo.

Continue a ler »Ressurgem esperanças de Cássio; saiba como

RICARDO CHAMA MARANHÃO DE MESQUINHO

  • por

Esse não é um momento ético para fazer isso. É uma coisa que não se faz nem com o pior inimigo”

COLETIVA_-SECRETARIOS_20101221_185557O governador eleito Ricardo Coutinho (PSB) confirmou, durante entrevista coletiva nesta terça-feira (21) que não nomeou os secretários executivos da Administração e do Planejamento por uma questão de economia. Ele considerou o anúncio da nomeação de todos os concursados da saúde e dos agentes penitenciários feito pelo atual gestor José Maranhão (PMDB) uma tentativa de inviabilizar o seu governo futuro. A medida foi considerada, pelo socialista, um ato mesquinho e desrespeitoso.

“Esse não é um momento ético para fazer isso. É uma coisa que não se faz nem com o pior inimigo. O que ele está fazendo não é contra o futuro o governo é contra o povo. Maranhão está sendo mesquinho e desrespeitoso com a população. Ele teve tanto tempo para fazer isso e porque só agora, a nove dias do final do seu governo saíram essas nomeações”, declarou Ricardo Coutinho.

O governador eleito assegurou que a sua indignação pelo anúncio da nomeação dos concursados não é motivada pelo desejo de não contratá-los, mas porque essa medida pode acarretar no não pagamento dos salários dos novos servidores. “Não é porque eu não quero contratar esses concursados, mas é fundamental que eles entrem no governo com condições de receber seus salários. Mas, se eu não conseguir equilibrar as finanças do estado não vou conseguir pagar a ninguém”, ressaltou.

Ricardo Coutinho salientou que o problema do excesso de servidores e o descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00) pode, inclusive, inviabilizar pleitos reivindicados junto ao governo federal. “Se a legislação não estiver sendo cumprida nós ficamos impedidos de fazer convênios e contratos e isso com certeza vai interferir e muito nos pleitos que serão levados ao governo federal”, explicou.

Conheça o perfil dos secretários

Continue a ler »RICARDO CHAMA MARANHÃO DE MESQUINHO