TÔ COMEÇANDO A SIMPATIZAR COM ESSA DANADINHA : “ERA SEXO SELVAGEM TODOS OS DIAS ” AFIRMA AMANTE DA SENADORA GLEISI HOFFMANN EM DEPOIMENTO A PF

“ERA SEXO SELVAGEM TODOS OS DIAS ” AFIRMA AMANTE DA SENADORA GLEISI HOFFMANN EM DEPOIMENTO A PF

Ela arranhava, mordia, fazia escorrer filetes de sangue do peito de Alexandre Romano. Depois, para saciar a sede, vinhos e champanhes finíssimos. Embora contasse, em outros roteiros, com figuras expressivas como as estrelas Brigit Bardot, Madonna e Paris Hilton, o desenho não é de uma cena de Hollywood.

LEIA TUDO

ALI, ONDE O CALOR DOS CORPOS COSTUMA AFASTAR O FRIO, GLEISI HOFFMANN, A SENADORA DOS OLHOS VERDES DO PT, ENTREGOU SEU CORAÇÃO AO AMANTE. ERA SEXO SELVAGEM.

Ela arranhava, mordia, fazia escorrer filetes de sangue do peito de Alexandre Romano. Depois, para saciar a sede, vinhos e champanhes finíssimos. Embora contasse, em outros roteiros, com figuras expressivas como as estrelas Brigit Bardot, Madonna e Paris Hilton, o desenho não é de uma cena de Hollywood. 

Real, repetiu-se em diferentes oportunidades. E Paulo Bernardo, o marido traído, ficava em Brasília, seja como ministro do Planejamento, seja ocupando a cadeira principal do Ministério das Comunicações, enquanto sua estrela predileta flutuava em na realização de suas fantasias eróticas. O certo é que, como em todo romance de alcova, os ingredientes são explosivos. A Operação Lava Jato trouxe à tona um triângulo amoroso protagonizado por três personagens até então conhecidos como sendo do núcleo duro do PT. Alexandre Romano e Gleisi Hoffmann tiveram suas máscaras rasgadas. 

E Paulo Bernardo, o rosto banhado em lágrimas.No rastro do advogado Alexandre Correa Romano, a Polícia Federal encontrou um flat que era utilizado para guardar dinheiro e encontros clandestinos e amorosos. Segundo documentos da Operação Lava Jato, o flat fica na rua Jorge Chamas, 334, apartamento 44, em São Paulo. 

Romano recebia hóspedes ilustres que deixavam malas de dinheiro “esquecidas após a hospedagem”.Segundo relatório de inteligência da Polícia Federal, o porteiro do flat entregou o vídeo do sistema de TV, onde Romano aparece chegando e deixando o flat 15 minutos depois, com uma mala que, revelou em delação premiada, estava cheia de dinheiro de propina.

Fonte 

Comentários

  1. Por Dede

    Responder

  2. Por Roberto justino

    Responder

  3. Por Cláudio

    Responder

  4. Por armando

    Responder

  5. Por ERONE

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *