ISSO NÃO É LEGAL : Michel Temer informa a Ricardo Coutinho que está sem espaço na agenda para recebê-lo

ricardo-michel

O cerimonial do Palácio do Planalto telefonou para o governador Ricardo Coutinho (PSB) para comunicar que o presidente Michel Temer (PMDB) está com dificuldade de agenda para receber o socialista. A informação foi publicada, nesta terça-feira (1), no blog do jornalista Gerson Camaroti, da Globonews.

Ricardo Coutinho havia solicitado audiência com Temer para tratar de pagamento de obras executadas no estado em parceira com o Governo Federal. O cerimonial informou ainda a Ricardo, que a pauta de reivindicações seriam encaminhadas ao Ministério da Fazenda.

Confira a publicação do blog:

“O cerimonial do Palácio do Planalto telefonou para o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), para informar que o presidente Michel Temer estava com dificuldade de agenda para recebê-lo.

No dia 24 de outubro, Coutinho mandou um ofício pedindo audiência para discutir pendência de pagamentos de obras executadas no estado em parceria com o governo federal. Ele alerta que a falta de repasses já compromete a conclusão de projetos.

O cerimonial do Planalto disse que seria impossível assegurar a audiência por causa da agenda de Temer. E que enviaria a solicitação para respostas do Ministério da Fazenda.

Detalhe: mesmo sendo do PSB, que participa do governo Temer, Ricardo Coutinho integrava o grupo de governadores contrários ao impeachment de Dilma Rousseff

Fonte: Blog do Anderson Soares

Créditos: Anderson Soares

Este post tem 3 comentários

  1. Alberto

    O fã clube de Cássio, vai adorar isso, serão dois anos de campanha eleitoral, eu acredito que Ricardo fez o papel dele, sempre bem avaliado nas pesquisas, sendo notícia nos jornais nacionais.
    Mesmo com os defeitos que todos tem, ele governou com responsabilidade e colocou os manhosos pra trabalhar de verdade.
    Em 2018, Cássio não tem adversário à altura, então tenham paciência galera.

  2. Roberto Justino

    Questão de tempo é definir prioridades. Não querer receber é outra coisa.

  3. Alberto

    Concordo com seu Roberto.

Comentários encerrados.