Em Carta Aberta Brasileiro Destrói Gilmar Mendes: Qual É O Seu Negócio? O Nome Do Teu Sócio? Os Brasileiros Não Confiam Em Você”

Em Carta Aberta Brasileiro Destrói Gilmar Mendes: Qual É O Seu Negócio? O Nome Do Teu Sócio? Os Brasileiros Não Confiam Em Você”

Qual é o seu negócio? O nome do teu sócio? Os Brasileiros não confiam em você”

Escrevo como cidadão comum e não como magistrado, melhor do que escrever como magistrado e julgar como cidadão comum. Quem poderá dizer ao homem que entende de leis, e foi colocado em posição para que se cumpra com idoneidade a justiça, que a forma que usa a lei, beneficia aqueles que ajudaram a colocar o Brasil no caos que se encontra? No caso recente Cabral, Sérgio Côrtes segundo noticia dos Jornais, tudo indica que também contribuíram para colocar o Estado do Rio de Janeiro e sua população na falência que se encontram.

Obviamente a sua resposta será que não se pode fazer a vontade do povo quanto aos julgamentos e cumprimento da Lei. É clara a ideia de que a lei não deve ser a voz do povo, pois imagina só quanta atrocidade presenciaríamos se os gritos do povo decidissem no lugar da Lei, mas significa que o povo confia que ministros da justiça, são “ministros da justiça”, e espera que ao menos haja consideração ao que sofre em uma nação cuja propina e corrupção levam a falência um Estado como Rio de Janeiro quando julgados. É realmente difícil ter respostas para um magistrado, geralmente “eles não erram”, suas decisões são sempre levando em considerações a observação da Lei, como afirmado por muitos.

Mas será justa a decisão de aliviar para quem se encontra envolvido com a lama da corrupção que submerge o Brasil? Surge uma pergunta, se não existisse um Gilmar Mendes estas figuras do cenário nefasto que se encontra o Brasil, teriam suas liberdades ordenadas(ao menos parciais)? Os que querem que tudo fique como está lhe agradecem de coração ministro, “realmente há justiça” no Brasil, e o caos que se encontram alguns Estados “não é culpa” dos seus corruptos governantes, mas do povo que quer encarcerar “inocentes”. Parece ser assim o desfecho final da argumentação da justiça por julgamentos de alguns. O Brasil agradece o desfavor à Pátria Excelentíssimo!

Será que foi este o motivo das palavras do professor Dalmo Dallari em um artigo da folha em maio de 2002?
““Se essa indicação vier a ser aprovada pelo Senado, não há exagero em afirmar que estarão correndo sério risco a proteção dos direitos no Brasil, o combate à corrupção e a própria normalidade constitucional”
“É oportuno lembrar que o STF dá a última palavra sobre a constitucionalidade das leis e dos atos das autoridades públicas e terá papel fundamental na promoção da responsabilidade do presidente da República pela prática de ilegalidades e corrupção.”

Dezesseis investigados que foram beneficiados por Gilmar Mendes só em 2017

Eike Batista
Jacob Barata Filho
Lélis Teixeira
Marcelo Bretas
Cláudio Sá Garcia de Freitas
Marcelo Traça Gonçalves
Enéas da Silva Bueno
Octacílio de Almeida Monteiro
Rogério Onofre
Dayse Deborah
David Augusto da Câmara Sampaio.
Flavio Godinho
Daniel Dantas (solto duas vezes)
José Dirceu (teve seu voto)
Sérgio Côrtes
Adriana Ancelmo
Marco Antônio de Luca

Só lembrando “Marco Antônio é apontado com chefe de cartel de alimentos que lucrou cerca de R$ 8 bilhões nos governos de Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão.

Além da decisão que descartou as provas acumuladas pela cassação de Michel Temer e Dilma Rousseff.

Todas estas decisões frustrando o trabalho de investigadores, todas elas pela mesma caneta, todas elas apenas em 2017 e inicio de 2018.

Tudo fruto de um país que possui o voto Democrático, mas não tem um povo que sabe votar, pois alguns magistrados são filhos não de uma pátria, mas de indicações presidenciais.

 

Fonte NBO

Comentários

  1. Por Cláudio

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *