DA SÉRIE VALE A PENA LER DE NOVO : O dia em que Vavá da Luz foi conhecer o LAMPIÃO, mas estava fugido do DELEGADO DO INGÁ

Governo da Paraiba

ESSA EU TIREI DO BLOG DO JOÃO LAMPIÃO : O dia em que Vavá da Luz foi conhecer o LAMPIÃO, mas estava fugido do DELEGADO DO INGÁ

 O dia em que Vavá da Luz foi conhecer o LAMPIÃO, mas e
O IMPOLUTO secretario de Turismo do Ingá de Bacamarte, mais conhecido por Vavá da Luz, desceu de sua excelsa altura em um tom de gentileza e humanidade para conhecer este pobre lascado que vos “fala” – leia-se, escreve -. Mais rico do que a Granja Santana quis almoçar comigo, João, o lampião, que, na ocasião por motivos coxo-femurais encontrava-se impossibilitado de conhecer o suntuoso SAL E BRASA. No entanto, marcamos no Shopping Tambiá, à inglesa, o FIVE O’CLOCK TEA. Na hora combinada aparece aquela enorme figura, lingua suada, cara encharcada, RESFOLEGANDO, com os bofes amolegando, soube na mesma hora que VAVÁ DA LUZ tava fugindo do DELEGADO DE INGÁ – Eriberto Antonio: o cara que não respeitou nem o Ministerio Público. Chapelão, todo acochado pela cintura, até pensei que tivesse visto uma MIRAGEM do ex-governador Wilson Braga.
 
 
 
QUASE chamava Vavá de PAINHO e ia perguntar por MAINHA: Lúcia Braga. Então, o que já era certo confirmou-se. Um cara meio irreverente, cheio de bondade, uma figura de verdade. No entanto, chegada a hora de irmos embora para outros compromissos, Vavá resolve me dar uma carona no seu velho FIAT 147, mas aí é que estar a desgraça: ele não lembrava onde estacionara o velho coche, então, imaginei que tivesse sido apreendido pelo DELEGADO. Subimos e descemos os andares, todos os gês e ipsiolones do estacionamento do Tambiá até que um OUTRO João, este com cara de tarado, ajudou e aí encontramos o carro. Em sequencia a CAÇA e a FUGA ao Fiat 147 e do DELEGADO…
 
 
 
ENFIM, doutor Vavá, tarde inesquecível. Aproveite aí o feriado de MOMO que eu daqui continuarei acunhando pela frente e por trás até que alguém me COMPRE! Tenho dito!!!!

Comentários

  1. Por Dede

  2. Por Roberto justino