‘Vai ser um Deus nos acuda’, afirma Agra sobre as mudanças da mobilidade urbana de JP
  • Post author:
  • Post category:Sem categoria


Após assinar um contrato para a elaboração de um Plano de Reestruturação Transporte Coletivo de João Pessoa, na manhã desta terça (06), o prefeito Luciano Agra, falou com o Sistema Arapuan sobre o tema. Entre os assuntos abordados, o prefeito falou sobre a expectativa das modificações que devem ser feitas na cidade nos próximos anos.

“A gente vai adotar na prefeitura mais um instrumento que tem tudo a ver com o transporte de massa. Queremos abrir uma janela pro mundo e pro Brasil” anuncia Agra, que assegura que após os estudos serem realizados e com o plano traçado, a população deverá ser consultado sobre o resultado. “Queremos conseguir o melhor resultado possível. Desta forma, estes estudos devem passar pelo crivo da população. As pessoas serão convocadas em tempo hábil para que este trabalho todo tenha respaldo popular”, garantiu o atual prefeito. 

Agra aproveitou a ocasião para ressaltar que este é um plano para 20, ou 25 anos. De acordo com o prefeito, o atual foi estabelecido há quase 30 anos. “Isso mostra, por um lado, que apesar das modificações, ele resistiu ao tempo. Agora, por outro, sabemos que não se pode permitir que um plano de mobilidade dure mais que isso”.

A fim de ter um instrumento para orientar o desenvolvimento sustentável da cidade de João Pessoa garantido, Agra defende a importância da continuidade em um projeto como esse. Indagado se há entendimento com o prefeito-eleito, Luciano Cartaxo (PT), no sentido de permitir a continuidade dos planos e projetos de mobilidade para João Pessoa, Agra assegura que seu sucessor deverá dar continuar este trabalho a partir do próximo ano. “Construímos a nossa aliança acordando preservar o que for bom para o público”, afirmou Agra.

Sobre os prazos estabelecidos, o prefeito faz questão de deixar claro que o projeto pretendido não é do tipo que se faz do dia pra noite. “Trata-se de um projeto que tem um horizonte de quatro anos para sua execução completa, onde todos os corredores vão sofrer intervenções. Como se diz no popular, vai ser um Deus nos acuda” afirma Agra sobre as mudanças previstas para mobilidade urbana de JP para os próximos anos.

Finalizando a entrevista, o prefeito se disse feliz ao assinar este convênio, por saber que este é o momento certo para isto. “É preciso entender que isso acontece nas grandes capitais que dão um salto populacional, que começam a se aproximar de um milhão de habitantes. Mesmo que esteja num horizonte de 25 anos”, finalizou