SATISFAÇÃO A SOCIEDADE :EU E A CAGEPA , UMA HISTÓRIA DE JUSTIÇA E AMOR ENTRE TAPAS E BEIJOS.
  • Post author:
  • Post category:Sem categoria

Vavá, Joseilson, Bruno e Wal eis alguns dos componentes da equipe da CAGEPA local

Quando em 1970 juntamente com 43 Ingaenses fiz um CONCURSO para a CAGEPA obtendo o “PRIMEIRO LUGAR” com nota superior a média, não imaginava que 40 anos depois a JUSTIÇA DE DEUS que nem tarda nem falha, me colocaria na cadeira que me foi BRUTALMENTE arrancada por uma facção política demagógica existente á época.

O Prefeito era o inesquecível Tiburcio Valeriano de Oliveira, que com seu gesto meigo, veio a casa grande da senzala trazer-me o resultado.

Sob a batuta dos deputados Coronel Luís de Barros e Valdir dos Santos Lima, tendo na percussão o Sr José Claudino da Silva, O ZE GRANDE , juntos, DINAMITARAM  meu sonho de jovem, entregando o cargo a quem passara em quarto lugar que foi o meu Grande amigo Marcos Bacalhau.

Notem que os favores políticos vêm de longe, inclusive o escritório da CAGEPA era no prédio do coordenador local da época.

Agora sintam que diferença de cultura, de mentalidade, e acima de tudo de sensibilidade.

O Sr Luciano Agra , filho do Sr Tibúrcio,e hoje prefeito da Capital, lembrado do episódio, veio a minha casa, e procurou ajudar-me até conseguir corrigir a injustiça, hoje corrigida.

O SR Luis Carlos Monteiro da Silva, o LULA, filho de ZÈ GRANDE, e hoje prefeito de Ingá, totalmente esquecido do episódio, quer mais que eu me exploda.

Quando falei que a justiça de DEUS nem tarda nem falha, é porque a CAGEPA, respondendo por uma denuncia irresponsável de funcionários, indenizou-me em 60.000,00(Sessenta mil reais) justamente o  tempo que passei fora dela, e continuo a usufruir de tudo que me comprou cuja escritura continua em meu nome.

E finalmente, o cargo de COORDENADOR LOCAL que INTÈ agora só Ingá teve esse privilégio, as demais cidades estão com interinos.

Assumido o cargo, de cara, detectei que a CAGEPA local servia exclusivamente de trampolim  político para angariar votos, ou seja quem ta com aquele Politico influente, sua água não é cortada quando não é CONTADA, não passa pelo medidor.

Coincidentemente só os RICOS  devem, os POBRES, sempre têm sua continha em dia, e quando atrasam, correm ao escritório para justificar  e negociar.

Não devo favores políticos, portanto, que não me venham políticos a pedir-me favores, respeitarei os pobres no Maximo do meu alcance, agora os PSEUDOS ricos com seus carrões, vão ter que lavá-los no ZABELÊ se não pagarem suas contas

Com um débito local em atraso de mais de 55.000,000 (cinqüenta e cinco mil reais ) 500 usuários inadimplentes alguns com até 24 meses de atraso e a água ligada, mais ou menos 400 hidrômetros a serem vistos entre reposição,instalação, aferição e uma série de outros problemas, assumo a CAGEPA com uma eqquipe maravilhosa que lá encontrei(foto) prometendo fazer o possível, para pelo menos por aqui, tentar colocá-la no rol de uma empresa de economia mista viável.

Atenciosamente

vavadaluz

Nota do editor : Eu disse, PAGAREM SUAS CONTAS E NÃO, “APAGAREM SUAS CONTAS”

Comente esta postagem