PAPO DE ESQUINA (com Pedro Marinho)
  • Post author:
  • Post category:Sem categoria

CÁSSIO ABSOLVIDO

O ex-governado Cássio Cunha Lima obteve uma decisão judicial ao seu favor. O processo foi de ação de crime contra o patrimônio, representada pela Procuradoria da República, a partir de denúncia do então vice-prefeito e hoje deputado, Manoel Jr. Cássio foi acusado de apropriação indébita (artigo 168) depois que sua gestão passou a promover o desenvolvimento econômico local por meio de incentivos fiscais, sob a modalidade da concessão de empréstimos com encargos de recursos subsidiados.

AS MILIONÁRIAS APOSENTADORIAS DA PARAÍBA

Repercutindo em todo Estado e até mesmo além de nossas fronteiras a notícia de que 8 ex-governadores e  71 ex-deputados recebem polpuda aposentadorias e pensões. Alguns mais do que outras chamaram bastante atenção como, por exemplo: A informação de que o ainda bastante jovem Álvaro Gaudêncio Neto é um dos felizes aposentados; Antonio Augusto Arroxelas que se comenta recebe também do Estado brasileiro, como preso político; Roberto Paulino que seria aposentado como ex-governador e ex-deputado, o quase ex-deputado federal Armando Abílio; Edme Tavares, que aposentado foi assessor do Palácio do Planalto por muitos anos; Efraim Moraes que estaria recebendo como aposentado e senador.

AS MILIONÁRIAS APOSENTADORIAS DO ESTADO II

Nosso procurador do Estado Assis Camelo, que também receberia em duplicidade; o sempre critico de tudo e de todos, Gilvan Freire;João Fernandes da Silva que se encontrava também como procurador do nosso Parlamento; O mega empresário Manoel Gaudêncio; O quase permanente secretario de Estado Pedro Adelson Guedes dos Santos;Tião Gomes, que retorna com um novo mandato;Tarciso Telino de Souza, Wilson Braga que  estaria recebendo como ex-governador e como ex-deputado e até Jonas Leite Chaves, que teve uma meteórica passagem pelo nosso Legislativo e que há mais de três décadas reside no Estado do Paraná.Pois é, a esperteza segue lépida.

O MANDATO TAMPÃO DE VIEGAS    

O deputado federal João Viegas (PSDB-PB) que assumiu uma vaga na Câmara por 30 dias no lugar de Rômulo Gouveia, receberá um salário de R$ 136.500,00 para cumprir apenas 30 dias de mandato no mês de janeiro. Viegas revelou em entrevista a Rede Correio Sat nesta terça-feira (18), o que fará com a quantia e disse que pretende investir a remuneração na iniciativa privada. João Batista Freire Viegas obteve a suplência com 3.258 votos nas eleições 2006, receberá um salário de R$ 16,5 mil, verba indenizatória de R$ 60 mil para gastar com até 25 funcionários, uma cota de R$ 23 mil a R$ 34 mil para cobrir despesas com passagens aéreas, alimentação, combustíveis, telefone, auxílio-moradia no valor de R$ 3 mil e plano de saúde. Claro que a culpa não é do dito cujo e sim de uma esdrúxula legislação que permite a convocação de suplentes, mesmo em pleno recesso parlamentar.

O CALOTE DO GOVERNO MARANHÃO III

A Cooperativa dos Cirurgiões da Paraíba (Coopecir-PB), denuncia um atraso de três meses de pagamento dos contratos dos profissionais que atuam na rede pública de hospitais da Paraíba.Por conta disso, há um mês e meio os hospitais da Paraíba estão sem realizar cirurgias pediátricas. Os 12 médicos especialistas da Coopecir-PB não estão mais prestando seus serviços à Secretaria Estadual de Saúde (SES), desde o dia 3 de dezembro do ano passado. Apesar de os contratos terem sido renovados em setembro, o então governador José Maranhão deixou de pagar outubro e novembro, além de dezembro que ficou para a atual gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB). É dose.

O LAMENTO DE RICARDO ANÍSIO

Recebi na data de ontem email do jornalista e critico musical Ricardo Anísio, com o título ‘Tempestade” em que o mesmo faz um verdadeiro lamento pela sua condição de desempregado do Jornal A União. Quem conhece Ricardo sabe que o mesmo jamais foi “fantasma” naquele jornal e que sempre os seus preciosos textos eram ali publicados e quem se desse ao trabalho de visitar a redação do centenário jornal, encontrava ali um presente, disciplinado e interessado profissional.  O governador Ricardo Coutinho e Ramalho Leite, precisam rever a injusta dispensa de um dos mais brilhantes jornalista do Estado. Vamos ao texto de Ricardo Anísio a partir deste ponto: “ Justamente no ano em que comemoro três décadas de jornalismo cultural me vejo desempregado e com um novo tipo de desafio a cumprir. Faz parte da minha caminhada honrada, corajosa e verdadeira. Faz parte da morte da democracia. Faz parte de uma conjuntura adoecida que precisa de mudanças”.

O LAMENTO DE RICARDO ANÍSIO II

Continua Ricardo Anísio: “Não sou o melhor jornalista de cultura do meu Estado, mas a contribuição dada em livros e atuação em jornais como O Norte, Correio da Paraíba, A União e Contraponto; e nas rádios Tabajara FM (que me deve 1 ano e 4 meses de pagamento). FM O Norte (hoje Clube FM, n a qual também trabalhei) e Tambaú FM; me parece digna de um tratamento apolítico. Aos 52 anos, só peço a todos vocês uma coisa: Preces! Emocionalmente combalido e assustado com o alcoolismo que carrego no sangue, embora passivo há anos, peço-lhe que cada vez  que forem rezar, orar, meditar; lembrem de mim. Acho que fui um amigo presente e solidário, mas se não o fui, me perdoem.Hasta la visa. La Nave Va!RICARDO ANISIO DE CARVALHO COSTA” Meu caro amigo e colega da Academia Paraibana de Música, Ricardo Anísio, as tempestades passam sem que consigam derrubar uma arvore forte como você. Um vento maior pode até balançar as estruturas, mas com certeza ficará apenas nisso, não vai dobrá-lo de jeito nenhum. Com a sua coragem e acima de tudo com a sua vasta cultura, tenho certeza que tempos melhores virão. Como infelizmente não posso fazer muito, uma coisa pode ter certeza, estarei orando sempre pelo amigo. O jornalista da Paraíba fica mais pobre sem você. Abraços

Esta coluna é publicada em cinco portais e no[http://blogdopedromarinho.com]