Governo divulga lista com mais de 1300 contemplados no ‘Minha Casa, Minha Vida’ em 37 cidades da Paraíba
  • Post author:
  • Post category:Sem categoria

 A edição do Diário Oficial desta sexta-feira (19) publicou a lista dos candidatos aptos a serem beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida para municípios abaixo de 50.000 habitantes. No Estado serão construídas 1.325 unidades habitacionais, num investimento na ordem de mais de R$30 milhões. As casas terão 36m² de área construída, sala, dois quartos, cozinha, banheiro e área de serviço Clique e confira a lista dos candidatos aptos ao programa Minha Casa, Minha Vida.

Na Paraíba, foram 37 municípios contemplados: Aguiar, Alagoa Grande, Alcantil, Assunção, Barra de Santana, Bernardino Batista, Brejo dos Santos, Cacimbas, Caturité, Igaracy, Itabaiana, Jacaraú, Juazeirinho, Juripiranga, Juru, Marcação, Marizópolis, Mataraca, Monteiro, Mulungu, Olho D’água, Piancó, Pocinhos, Poço Dantas, São José de Princesa, São José do Sabugi, São João do Rio do Peixe, São José dos Ramos, Santa Inês, Santa Terezinha, Santarém, Santo André, São Bentinho, Serra da Raiz, Serraria, Sertãozinho e Uiraúna.

No total, serão construídas 1.325 unidades habitacionais, em um investimento na ordem de mais de R$30 milhões. As casas terão 36m² de área construída, sala, dois quartos, cozinha, banheiro e área de serviço.

A lista publicada nesta sexta-feira é fruto de um trabalho elaborado pela Cehap junto aos municípios proponentes e ao Ministério das Cidades, que começou ainda no ano de 2011. De acordo com a presidente da Cehap, Emilia Correia Lima, esta é apenas a primeira etapa de um projeto muito representativo já que, depois de 10 anos, a Companhia de Habitação Popular volta a atuar como agente financeiro na execução de obras.

“Ao invés da Caixa Econômica Federal repassar o dinheiro para nós construirmos com os municípios, é a Cehap quem vai receber esses recursos diretamente do Tesouro Nacional e do Ministério das Cidades. Trinta e sete municípios representam a primeira etapa de um trabalho que imaginamos ir bem mais além. Nossa meta também é reestruturar e reconstruir a Cehap”, afirmou.

A Cehap começa, a partir de agora, a preparar os contratos de todos os municípios que, em contrapartida, irão realizar o projeto social da obra enviando, entre os nomes aptos, os que serão selecionados para receber as moradias. Concluído esse trabalho, as obras devem começar em até 90 dias.

MaisPB