ENTENDA O KUDYBOI :Oito suplentes podem chegar a titularidade na Assembleia e na Câmara Federal em 2012
  • Post author:
  • Post category:Sem categoria

O motivo é que alguns parlamentares já dão como certa as suas candidaturas para prefeito em 2012

assembleia_20100317_175333Mais de 2,7 milhões de eleitores foram às urnas em 2010 e escolheram 48 deputados, sendo 36 estaduais e 12 federais, para representá-los durante os próximos quatro anos na Assembleia Legislativa da Paraíba e na Câmara Federal. Entretanto, daqui a um ano, pelo menos oito políticos que não foram escolhidos pela maioria da população e ficaram apenas na suplência podem chegar ao poder.

O motivo é que alguns parlamentares já dão como certa as suas candidaturas para prefeito em 2012. Para isso eles terão que se afastar de seus cargos abrindo vaga para os suplentes que poderão se tornar titulares efetivos, caso os mesmos venham a ser eleitos para gerir os respectivos municípios.

Quatro desses parlamentares já declararam abertamente a sua intenção em disputar o cargo de chefe do Executivo. Trócolli Júnior (PMDB) vai concorrer em Cabedelo; Tião Gomes (PSL), apesar de ser de Areia, deve disputar a prefeitura de Solânea; Guilherme Almeida (PSC) vai entrar na briga pelo comando de Campina Grande; e, Manoel Júnior (PMDB) já trabalha de olho na disputa pela prefeitura de João Pessoa.

Outros quatro ainda não confirmaram, mas já são cotados para concorrer ao pleito do ano que vem. Daniella Ribeiro (PP) deve ser concorrente de Guilherme Almeida na disputa pela prefeitura de Campina Grande; André Gadelha (PMDB) pode vir a pleitear o cargo de prefeito em Sousa; Dr. Aníbal (PSL), segundo Tião Gomes, está cotado para disputar em Sapé; e, Efraim Filho (DEM) pode vir de mudança para Bayeux.

A saída desses oito parlamentares abriria vaga na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal para os suplentes, Carlos Batinga (PSC), que caso não abra mão do cargo de secretário nacional dos transportes, deixará a cadeira para ser ocupada por Nivaldo Manoel (PMDB); Mikika Leitão (PSL); Mayenne Van (PMDB); Iraê Lucena (PMDB), que caso não queira deixar a secretaria das Mulheres e da Diversidade Humana do Estado, deixa a vaga para Expedido Pereira que também pode ser candidato em Bayeux e deixar a cadeira para ser ocupada por Gilvan Freire; Nadja Palitot (PSL); Ivaldo Morais (PMDB); Major Fábio (DEM) que também pode ser candidato a prefeito de João Pessoa e abrir vaga para Edvaldo Rosas (PSB); e, Armando Abílio (PTB).

Nice Almeida

PolíticaPB

COMENTE