BRIGA DE C GRANDE : deputado chama colega de ‘covarde’, ‘bandido’ e ataca; “Ele precisa lavar a boca antes de falar do presidente Ricardo Marcelo!”
  • Post author:
  • Post category:Sem categoria

Demonstrando pouca preocupação com a repercussão negativa em torno de suas declarações, o deputado estadual Mikika Leitão (PEN), deixou a diplomacia de lado e partiu para o ataque contra o seu colega Tião Gomes (PSL),a quem o definiu como ‘bandido’, ‘covarde’ e sem moral para falar do presidente da Assembléia Legislativa da Paraíba Ricardo Marcelo (PSDB).  

As declarações de Mikika foram dadas por telefone no inicio da noite deste sábado (25) e são respostas as declarações de Tião Gomes, que afirmou que Marcelo não teria ‘coragem’ para cortar o ponto dos deputados faltosos.  


“Eu quero primeiramente dizer que Tião tem que lavar a boca para falar do nosso presidente da Assembléia Legislativa. Tem que lavar a boca, pois Ricardo Marcelo é um homem de bem e Tião Gomes tem que respeitar ele!”, disparou.  

Não satisfeito Mikika continuou com o seu bombardeio verbal.  

“Ricardo Marcelo é o presidente do maior poder da Paraíba e Tião Gomes não pode aparecer, pois ele não tem moral para falar de um poder que ele não era para estar participando”, alfinetou.  

Leitão baixou o nível e atacou Tião Gomes com adjetivos desqualificadores. Ao ser questionado pelo PB Agorase o seu desafeto agiu de uma maneira equivocada, Mikika foi além.  

“Ele foi equivocado e meio, ele não tem coragem para nada! Tião só tem coragem de falar e fazer zuada. Quem tem coragem de dizer e fazer é o presidente da Assembléia, Tião só quer aparecer e ele sabe que ninguém tem medo dele! Ninguém na Paraíba! Ele é um covarde e não tem moral! Ele é um bandido!”, Disparou.  

ENTENDA O CASO: O deputado Tião Gomes (PSL) deixou a cordialidade de lado nesta sexta-feira (24) e escancarou sinceridade sobre a ameaça do presidente da Assembléia Legislativa, Ricardo Marcelo (PEN), de cortar o ponto dos parlamentares faltosos: “Ele não tem coragem de cortar”, disparou Gomes.

Defendendo intransigentemente a medida, e mesmo elogiando a postura de seu presidente, Tião deixou claro que não acredita que a ação será posta em prática, pois situações como essa sempre aconteceram na Casa, mas nunca houve punição.

“A questão é interessante, mas ele não tem coragem de cortar o ponto dos deputados. Ele pode até dizer que vai, mas não corta”, insistiu Gomes.  

O deputado Tião Gomes foi procurado pelo PB Agora na noite deste sábado e o seu telefone se encontrava desligado.  

Henrique Lima 

PB Agora