AGRESSÃO: presidente do PTN de João Pessoa é impedido de estacionar moto em Shopping da Capital e bate boca vai parar na delegacia
  • Post author:
  • Post category:Sem categoria

O presidente do PTN de João Pessoa, empresário Alisson Camelo, prestou queixa na 10ª Delegacia Distrital de João Pessoa após ser impedido de estacionar sua moto, uma Hayabusa 1300 CC, no subsolo do Shopping Tambiá, na Capital. Segundo o dirigente, por ser o dobro do tamanho de uma moto normal, a Hayabusa não coube no estacionamento de motocicletas e ele decidiu pagar o valor de um estacionamento para veículos de quatro rodas para manter sua moto em segurança.

Camelo explicou que já havia feito isso outras vezes no mesmo Shopping, no entanto, ontem, por volta das 17h, ‘uma porrada de seguranças’ o impediu de estacionar o veiculo.

De acordo com o relato do dirigente, os seguranças chamaram o gerente do Shopping Tambiá, que já teria descido até o local alterado e com expressões de baixo calão. “Eu fui vitima de uma baixaria, o gerente sequer me escutou e foi logo dizendo – esse imbecil está pensando está pensando que é mais do que os outros porque tem uma merda dessas”, relatou.

Ainda conforme a denúncia do dirigente, ele foi desrespeitado e agredido gratuitamente por um motivo banal.

“Eu só estava procurando um lugar seguro para deixar minha moto e queria pagar por isso, mesmo que fosse mais caro do que uma moto normal, passei por um constrangimento e ainda perdi o encontro que estava agendado no local”, finalizou.

O empresário acrescentou que tentou fazer o Boletim na 2ª DD, mas encontrou o estabelecimento fechado e por este motivo prestou a queixa na delegacia de Tambaú.

“Já prestei queixa e agora vou acionar a justiça”, declarou.

A reportagem do PB Agora tentou entrar em contato com a direção do Shopping, mas não obteve êxito.

PB Agora