Pular para o conteúdo

Blog do Vavá da Luz

Militares concluem relatório sobre fraude nas urnas e TSE não gostou do resultado

 

 

Após ser convidado pelo Ministro Barroso para fiscalizar o sistema eleitoral brasileiro, as Forças Armadas detectou irregularidade no primeiro turno das eleições.

 

O relatório dos militares não foi apresentado ao público, mas após o segundo turno será apresentado. Apesar disso, segundo relataram generais do alto comando, Bolsonaro não autorizou a divulgação do resultado, solicitou que esperassem o momento certo.

 

Uma dessas fontes contou que o TSE ao ficar sabendo sobre possíveis irregularidades, não gostou da ideia dos militares em fiscalização. A ideia do Ministro Barroso foi um desastre. Os militares jamais iriam fazer papel de bobo.

 

O TSE, aguarda muito apreensivo o relatório completo incluindo o segundo turno. Segundo a fonte, o fato de terem sido encontrado possíveis fraudes no primeiro turno, não impede que ocorram problemas maiores ainda no segundo turno. Entretanto serão mostrados ao público brasileiro, garante as Forças Armadas, segundo essa fonte.

 

Generais classificaram o impasse criado pelo TSE no primeiro turno como “bola quadrada”. Isto porque, encontraram possíveis fraudes, o TSE temia que divulgando agora antes do segundo turno, poderia levar à anulação das eleições de deputados e senadores.

 

A conclusão de que houve possíveis irregularidade gerou desespero entre os ministros do TSE e STF, embora agora eles estejam com dificuldades para dizer que as urnas são seguras e jamais seriam invadidas, porém não passa de uma fake news.

 

Formosa Rio Preto: Neo visita alunos que participam da capacitação sobre utilização dos derivados da mandioca na Associação Novo Horizonte