Jovem com alopecia compartilha jornada para aceitar condição e inspira na web

Jovem com alopecia compartilha jornada para aceitar condição e inspira na web

Atualmente, Sarah tem 17 anos e dá conselhos sobre autoconfiança nas redes sociais para outros jovens que sofrem com a perda de cabelo; confira

Aos 12 anos, Sarah Rose Meyes percebeu que estava perdendo os cabelos. Pouco tempo depois, quando perdeu também os pelos das sobrancelhas e os cílios, recebeu o diagnóstico de alopecia. No início, ela usava bonés e perucas para esconder a condição, mas quando os colegas de escola perceberam a condição da garota, Sarah sofreu bullying e entrou em depressão.

Sarah Rose Meyers começou a perder os cabelos aos 12 anos de idade e, logo depois, recebeu o diagnóstico de alopecia
Reprodução/Instagram/@baldie.sarahrosie

Sarah Rose Meyers começou a perder os cabelos aos 12 anos de idade e, logo depois, recebeu o diagnóstico de alopecia

Em entrevista ao portal britânico “Daily Mail”, a jovem conta que chegou a pesar 90 quilos e  tentava esconder a alopecia  porque estava em estado de negação. “Eu usava maquiagem muito pesada e roupas grandes”, diz. “Minha mãe sempre me apoiou muito, mas as crianças na escola sempre me encaravam e falavam sobre como eu era estranha. Esse foi o momento mais difícil da minha vida.”

No ensino médio, Sarah decidiu que precisava de uma mudança. “Escolhi ir para uma escola pequena e decidi parar de usar perucas, aceitando minha aparência. Eu queria me sentir mais confortável na minha própria pele e comecei a fazer exercícios e comer comidas mais saudáveis. Hoje estou na minha jornada de autoapreciação um dia por vez.” 

Jornada de confiança

uero mais me esconder por baixo de perucas, essa era uma vida muito solitária”, diz. “Eu estou quase no ponto de aceitar totalmente a perda de cabelo.”

Sarah afirma que grande parte do processo para aceitar a perda de cabelo veio com a ajuda de familiares e amigos. “Minha família acha que eu sou bonita, minha mãe publica no Facebook o tempo todo sobre como ela me acha linda”, conta. “Meus amigos realmente me amam. Eles acham que minha aparência é muito descolada e eles estão orgulhosos de serem amigos da menina careca.”

“Minha mãe sempre me disse, se você agir com confiança, vai ficar confiante também. E ela estava certa. Eu quero fazer uma vida melhor para mim mesma e não sentir pena de mim. Eu não quero mais me esconder por baixo de perucas, essa era uma vida muito solitária”, diz. “Eu estou quase no ponto de aceitar totalmente a perda de cabelo.”

Atualmente, Sarah tem 17 anos de idade e, conforme avança em seu próprio caminho para aceitar a condição, também compartilha conselhos através das redes sociais. “Com o tempo você vai aprender a aceitar a perda de cabelo e ver como esse detalhe único te faz bonita. Aceite quem você é.” 

“Para as pessoas jovens que têm alopecia, eu sei que é difícil e eu sei que você não se sente bonito. Estou certa que todos ao seu redor estão dizendo ‘tudo vai melhorar’ e você está cansado disso, eu também estava. Mas é verdade”, finaliza. 

Fonte: Delas – iG @ http://delas.ig.com.br/comportamento/2018-03-04/alopecia-adolescente-confianca.html