QUEM NÃO TEM DINHEIRO CONTA HISTORIA (por vavadaluz)

Walter Mario Gois da luz JUNIOR, cujo nome identifica o pai, o Ingacionalmente conhecido como GATA MAGA, é uma espécime diferente de humanos, e entre algumas de suas aventuras aqui vou narrar apenas duas que foram ;

a) Certa feita na capital João Pessoa pedi-lhe pra deixar-me na casa de uma amiga. Observando que  era uma amiga daquelas que nenhuma esposa gostaria de saber e muito menos conhecer, a não ser completamente enganada.

Pois muito bem , fi-lo, o GATA, de meu motorista pois já era um rapazinho de seus 15 para 16 anos e na minha opinião iria entender acobertar as safadezas do pai. Junior, disse-lhe eu, deixe-me aqui na casa dessa minha AMIGA, vá buscar sua mãe no trabalho e leve-a para casa e só depois bem mais tarde venha buscar-me.

Ordens dada, a tranquilidade tomou posse do meu ser amante e indefeso. Pois o inergúmeno do GATA foi no trabalho da mãe, pegou-a e levou-a diretamente pra casa da amiga ADONDE descia eu uma escada de primeiro andar enrolado uma toalha chiquérrima com um litro de Old Parr em uma das mãos para justamente da continuidade aos trabalhos,  quando dei da cara com minha amada e idolatrada esposa a esperar-me .

Bem o restante desse tragicômico acontecimento eu conto no próximo capitulo, por enquanto faça você sua análise do que pode ter acontecido.

Outra do GATA foi quando morávamos em  Salvador, morávamos em Lauro de Feitas, casarão com piscina, stand de tiro etc… para que vc tenha uma ideia éramos quase vizinhos de BEL do chiclete com Banana, um condomínio e Luxo. 

Meu patrão era militar e tive grandes amizades e influência no circulo mílitar.

Pois muito bem, um belo dia o GATA pegou um carro nosso e se mandou a fazer merda dentro do condomínio quando é cercado pela Policia Militar dando-lhe voz de prisão e apreensão do carro.

O Gata não titubeou, saltou do carro e identificou-se : MEU PAI É CORONEL.

Gentem !!! estava eu tomando um banho na piscina, quando duas viaturas da policia adentra o terreno da minha residência ,saltam sargentos cabos e soltados, prestam continência e bradam : PRONTO CORONEL, TROUXEMOS O MENIDO SÃO E SALVO.

Fazer o que ? como toda continência tem que ser respondia, respondi e agradeci.