Pular para o conteúdo

Blog do Vavá da Luz

Por que donos de carros de luxo preferem não pagar o IPVA? Entenda

Por que donos de carros de luxo preferem não pagar o IPVA? Entenda

Por que donos de carros de luxo preferem não pagar o IPVA? Entenda
Imagem: Google

Em São Paulo, 9 em cada 10 dos maiores devedores de IPTU do estado são donos de carros de luxo, como Ferrari e Lamborghini. Apesar de terem recursos financeiros, optam por não pagar IPTU. Continue lendo e entenda.

Entre as justificativas está o alto custo, que equivale a 4% do valor da tabela da Fipe. Esses proprietários preferem investir dinheiro direcionado para pagar impostos e quitar dívidas quando decidem vender seu veículo. Além disso, de acordo com a lei, há uma prescrição para a dívida após 5 anos.

Especialistas em finanças pessoais afirmam que, quando a taxa Selic chega a 13%, o rendimento das aplicações financeiras pode quitar dívidas acumuladas.

O não pagamento do IPVA pode levar à penhora de carros de luxo

No entanto, por padrão, ele impede que você licencie seu veículo e pode até ser apreendido durante uma blitzkrieg, adicionando multa de R$ 293,47 e 7 pontos para sua carteira de motorista.

Os devedores também são incluídos no cadin estadual, um cadastro informativo de créditos não pagos de instituições e associações estatais. Ainda assim, a maioria dos carros é registrada em nome de uma pessoa jurídica, não de uma pessoa física.

Segundo especialistas que assessoram a compra de um carro premium, é comum verificar e descontar dívidas na hora da venda, e a presença de multas não é o único motivo pelo qual um carro esportivo é registrado em nome da empresa.

Por exemplo, se houver preocupações de segurança e privacidade, e registrar um veículo em nome de uma empresa fornece uma camada extra de proteção nessas questões.

Há alguma discussão sobre multas? Sim, mas há uma crença errônea de que carros esportivos estão no nome PJ apenas para isso. Há também grandes preocupações com a segurança e a privacidade. Colocar um carro no nome da empresa proporciona uma camada extra de segurança e privacidade nesses casos”, disse Paulo Cohn, da Car Chase Automotive Consulting.

No entanto, no momento da análise, o não pagamento do IPVA pode indicar problemas financeiros mais amplos, bem como aqueles relacionados ao próprio carro. Muitas vezes é para supervisionar ou delegar essa responsabilidade a um terceiro, como um funcionário ou secretária, que pode cometer erros.

Seja como for, é estranho ver pessoas tão ricas e poderosas acumulando dívidas bilionárias do IPVA mesmo ostentando carros de luxo. Você se atreve a fazer o mesmo?