Pular para o conteúdo

Blog do Vavá da Luz

O caminho entre o alvo e a seta ( Dunga Jr )

 

É esse o caminho que traçei e reviso todos os dias e semanas, nessa trajetória chamada vida, desde o dia em que fui apresentado a traçar esse caminho, que sabia onde estava e delimitava minha chegada. Refiz-me de meu eu e caminho seguro de mim, calcado na verdade, mirando a luz que quero ver.
Foi duro para mim, saber onde estava, pois eu me escondia no meu eu, sem querer revelar a mim a minha essência, e essa era mais forte que eu era. Sou eu mesmo, certo de mim, das minhas dores, dos meus sabores e dos meus sonhos. Caminhar se torna mais fácil pegando na minha própria mão, firme nos meus passos e certo do meu dia branco.
Caminhar ‘eu junto de mim’, sem deixar meu trajeto, sem deixar que me sabotem nem que eu me autossabote. Sei onde quero chegar, e sei o que pode me fazer tropeçar, cair, chorar…
Fácil agora dar o próximo passo, que me levará ao caminho que vai dar no Sol, pois eu, sabedor de mim, só depende de mim errar, parar ou ir. Simbora… agora é só eu e sou eu sabedor de mim.
Quando sinto e vejo as armadilhas, fujo; quando vejo o traçado sendo minado, chuto e corro; quando vejo a falta, complemento com saber e amor.
Olhar para o propósito é o resultado que tracei para mim, e me faz navegador de mar calmo, onde serei, sempre, senhor do meu destino e capitão da minha alma.
A quem amo, o amor sempre. Ao olhar de Maria Cecília, meu eu puro e espelho de alma boa.
A Deus, minha gratidão em oração, pois na minha crença fundamento meu amanhã. Sigo no papo reto, caminhando na minha verdade.
De um dia de domingo
Dunga Jr