Pular para o conteúdo

Blog do Vavá da Luz

Motorista ameaça com arma agentes de trânsito em Campina Grande após ser advertido a retirar carro de ciclofaixa

Assessoria jurídica da STTP Campina tomou as medidas necessárias e registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil.

Na imagem, homem aparece buscando sacar a arma. Vídeo da ação mostra claramente a arma na mão do motorista autuado em Campina Grande. (Foto: Divulgação/Codecom-CG/PMCG)

 

Agentes de trânsito foram agredidos e ameaçados de morte por um motorista armado, de acordo com informações da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP). O fato aconteceu neste sábado (12) quando agentes orientaram o condutor a retirar um veículo da ciclofaixa da Avenida Almeida Barreto, trecho do São José.

A STTP informou em nota enviada ao ClickPB que, “não gostando da solicitação legal feita pelos agentes, o condutor do veículo sacou uma arma, ameaçando atirar no agente, caso não fossem apagadas as fotos tiradas do ato infracional de trânsito, cometido por ele, por obstrução da ciclofaixa.”

A Superintendência ainda relatou, em nota, que “o infrator ainda continuou as ameaças, dizendo que se a notificação da multa constasse no licenciamento do veículo, ele saberia onde encontrar o agente de trânsito. Vale ressaltar que o profissional da STTP estava cumprindo suas obrigações de servidor público e garantindo o direito de ir e vir da população.”

A STTP também revelou que “graças à intermediação de outros agentes, a ameaça não foi consumada, mas o motorista insistiu em não retirar o veículo do local. No entanto, o agente cumpriu seu dever e o carro foi autuado.”

A assessoria jurídica foi acionada. “De imediato, a assessoria jurídica da STTP foi acionada para que as medidas cabíveis fossem tomadas, já que os agentes estavam no desempenho correto de seu trabalho, que deve ser respeitado e valorizado. O caso foi registrado em boletim na Central de Polícia para que sejam realizados os procedimentos cabíveis à agressão aos servidores”, disse ainda a STTP.

 

 

 

 

 

FONTE: CLICKPB