General Mourão irá processar coronel que o difamou

General Mourão irá processar coronel que o difamou

O general Mourão, candidato a vice-presidente na chapa com Jair Bolsonaro, foi acusado pelo coronel da reserva Rubens Pierrotti Junior, 49, de ter favorecido a empresa espanhola Tecnobit a desenvolver o Simulador de Apoio de Fogo (SAFO),

O caso teria ocorrido em 2012, período em que Mourão participava do projeto, e foi revelado pelo jornal “El País” nesta quarta-feira (8).

Em nota enviada pela assessoria de imprensa de Mourão e publicada pelo Jornal O Tempo, o general afirma que irá processar por difamação o coronel Pierrotti e que o episódio foi arquivado pelo Ministério Público.

O comunicado afirma ainda que, a princípio, o general não comparecerá ao debate na TV Bandeirantes.

Confira a nota na íntegra:

“O general Hamilton Mourão irá processar por difamação o coronel da reserva Rubens Pierrotti Junior, que o acusa de favorecer uma empresa em contrato com o Exército, entre 2012 e 2016.

Tal episódio, sem qualquer comprovação, foi devidamente arquivado pelo Ministério Público do Exército. Logo, não faz sentido trazer o assunto a público novamente, a não ser por interesses escusos.

No processo a ser conduzido pelos advogados do general Hamilton Mourão, todos os documentos comprobatórios serão apresentados à Justiça.

Obs.: A princípio, Mourão não irá comparecer ao debate de amanhã, na TV Bandeirantes”.

Via: PAPOTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *