Pular para o conteúdo

Blog do Vavá da Luz

Engenhos produtores de cachaça participam do Salão do Artesanato Paraibano em Campina Grande

Engenhos produtores de cachaça participam do Salão do Artesanato Paraibano em Campina Grande

WhatsApp Image 2023-06-09 at 21.56.45.jpeg
WhatsApp Image 2023-06-09 at 21.56.44 (1).jpeg
WhatsApp Image 2023-06-09 at 21.56.44.jpeg

Dia 10 de Junho é comemorado o Dia Estadual da Cachaça Paraibana e é claro que o produto tão apreciado por amantes em todo o Nordeste não poderia deixar de estar presente na 36ª edição do Salão do Artesanato Paraibano, que acontece em Campina Grande até o dia 2 de julho.

No estande da Cachaça Paraibana, 19 engenhos produtores estão expondo e comercializando as suas marcas, reforçando que a Paraíba é excelência na produção da bebida, como destacou a secretária de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Rosália Lucas. “A cachaça produzida na Paraíba tem variedade e qualidade. É um produto associado ao turismo de alto valor agregado e que fazemos questão de levá-lo em, praticamente, todas as ações promovidas pela Setde e PBTur dentro e fora do Estado”. 

Considerada um dos maiores estados produtores de cachaça de alambique do Brasil, a Paraíba só perde em volume de produção para Minas Gerais. Aqui são mais de 100 engenhos que, na safra de 2022/2023, produziram aproximadamente 25 milhões de litros e exportaram mais de 50 mil litros do aguardente no ano passado. 

Marise Barreto, diretora executiva da Associação Paraibana dos Engenhos de Cachaça de Alambique (Aspeca), parabenizou o apoio e a inciativa do Governo do Estado em reservar o espaço no evento para que os produtores possam apresentar as suas marcas aos visitantes e ressaltou que o segmento é responsável pela geração de 12 mil empregos diretos e indiretos no Estado. “As nossas cachaças são reconhecidas nacional e internacionalmente e o setor fica agradecido aos organizadores do Salão que nos proporcionaram essa oportunidade ímpar, principalmente nesse período quando acontece o Maior São João do Mundo”, agradeceu.

O grande destaque desse setor fica no município de Areia, região do brejo paraibano, onde existem 28 engenhos ativos, sendo 11 legalizados, que se tornaram roteiro turístico para os que buscam se deliciar com o sabor da cachaça paraibana e conhecer a estrutura onde ela é fabricada.  

Para Thiago Henrique, presidente da Associação dos Produtores de Cachaça de Areia (APCA), o município se evidencia não só pela qualidade do produto, mas também pelo volume de cachaça legalizada produzida e pela atenção com os clientes que visitam os estabelecimentos. “A participação dos nossos produtos no Salão do Artesanato atesta mais uma vez a parceria entre a gestão estadual e os produtores para continuar desenvolvendo um setor que gera emprego, distribui renda e traz orgulho para a Paraíba”, completou o produtor.

Dia Estadual da Cachaça Paraibana – A data, sancionada pelo governador João Azevêdo no dia 9 de setembro de 2021, faz parte do Calendário Oficial de Eventos no Estado. O dia foi escolhido porque em 10 de junho de 2010 o produto foi instituído como pertencente ao patrimônio cultural e imaterial da Paraíba.

Serviço: 

A 36ª edição do Salão do Artesanato Paraibano de Campina Grande está aberta ao público diariamente, das 15h às 22h, na avenida Severino Cabral, no Catolé. Este ano, o tema do evento é “Tudo Vira Arte na Feira de Campina” em homenagem à Feira Central da Rainha da Borborema.