Cármen Lúcia, assume a presidência e avisa “presidenta” só Dilma

Cármen Lúcia, assume a presidência e avisa “presidenta” só Dilma

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, ocupou por dois dias o cargo de presidente da República, no lugar de Michel Temer, em função de sua viagem ao Peru, onde participou da 8.ª edição da Cúpula das Américas.

A circunstância fez da ministra a segunda mulher na história do Brasil a ocupar a Presidência – a primeira foi Dilma Rousseff em 2010.

Ao comentar sobre o assunto com a imprensa a ministra foi sucinta: “cumprir a Constituição é sempre um prazer”.

Para as audiências, Cármen Lúcia deu a ordem no sentido de que não deveria ser chamada de ‘presidenta’.

O motivo de tal determinação ela já havia revelado quando tomou posse como presidente do STF:

“Eu fui estudante e sou amante da língua portuguesa e acho que o cargo é de presidente, não é?”
Em suma, ‘presidenta’, só uma e de péssima memória

Via: jornal da cidade online