Bolsonaro renova concessão da Globo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou nesta terça (20) a renovação das concessões de Globo, Record e Bandeirantes por mais 15 anos. A informação é do jornalista Lauro Jardim.

Na semana passada, Bolsonaro já havia renovado a concessão de emissoras do SBT pelos mesmos 15 anos. A assinatura do documento no dia 12 foi no mesmo dia do aniversário de 92 anos de Sílvio Santos, mandatário do canal.

A decisão a favor de Globo, Record e Bandeirantes será postada no Diário Oficial desta quarta (21).

No início de outubro, acabou a validade da concessão para cinco emissoras da Globo em Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Recife. A empresa entrou com o pedido de renovação na oportunidades, mas ainda não tinha recebido resposta.

Grande crítico da Globo durante o mandato, o presidente havia sinalizado contra a renovação da concessão da emissora carioca. Mas com a derrota nas eleições, ele resolveu não deixar que a decisão caísse no colo de Lula e pudesse beneficiar o petista.

Antes das eleições, o Governo Bolsonaro ignorou um documento criado por servidores técnicos do Ministério das Comunicações e pediu que que servidores em cargos comissionados criassem um novo documento. Este apontou 33 supostas irregularidades da Globo durante o período da concessão atual, incluindo uma politização do canal e o uso de cenas em novelas que iriam contra os valores da família.