Covid-19: aperte os cintos. Vem aí a rebordosa do carnaval… (POR Wellington Farias)

Covid-19: aperte os cintos. Vem aí a rebordosa do carnaval…

Poucas vezes achei que o povo estava errado e os governos estavam certos.

Uma delas está sendo agora, nesta maldita fase de uma pandemia que pôs o planeta em xeque.

As pessoas têm errado demasiada e irresponsavelmente. Não se convencem de que há um vírus letal em nosso meio. Ou só se convencem depois que um parente – ou a própria pessoa – contrai a Covid-19, doença decorrente do maldito coronavírus.

Uma segunda onda de coronavírus, causador da Covid-19, se agiganta em todo o País e, portanto, na Paraíba também. Está matando gente em larga escala e, ao que tudo indica, com o vírus numa versão anda mais letal que a anterior. Desta vez, não tem essa de “sou jovem, estou imune”.

Neste final de semana morreu uma jovem de apenas 23 anos, que fora internada na quinta-feira, e notícias veiculadas em portais dão conta de que um jovem de 18 anos padece intubado em leito hospitalar.

O que vem
Mas o pior ainda está por vir, segundo a avaliação feita por especialistas e divulgada hoje em emissoras de rádio. Esta onda que agora se levanta tem origem nos festejos de final de ano, em que o grande público abusou do relaxamento nas medidas preventivas.

A perspectiva é de que a situação se agrave ainda mais quando chegar a hora da onda estimulada pelo carnaval, que dizem que não houve, mas houve em muitos lugares do Brasil, com gente dançando samba e frevo a mil.

É pouco
As medidas anunciadas nesta a segunda-feira pelo governador João Azevêdo e o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, não bastam, a considerar a teimosia de grande parte da população, de não levar o problema a sério.

Para começar a surtir efeito, o ideal mesmo seria a opção mais radical, o fecha tudo que chamam de lockdown.

Alguém de bom senso acredita que bar, restaurante e casas de comercio abertos não vai proporcionar aglomeração, ainda mais com o nível de educação do nosso povo.

Vidarretada
O Vidarretada (youtube.com/vidarretada), canal paraibano dedicado ao jornalismo de aventura, cultura e turismo estará no VRT Channel, que tem como presidente e diretora de conteúdo a cineasta e roteirista paulista Drica Lopes.

O Vidarretada é produzido pelo jornalista José Vieira Neto e por Roberta Formiga Vieira e o convite para a participação dos paraibanos foi feito pela própria Drica Lopes. O VRT Channel vai estrear no próximo domingo (28) a para assistir basta baixar o APP Soul TV no seu Android, IOS ou na sua Smart TV LG.

Por enquanto, o Vidarretada é o único programa do nordeste que estará no VRT Channel. “Ficamos muito felizes com o convite, foi uma surpresa gigantesca. Para participarmos do canal não vamos mudar em nada a nossa maneira de produzir os vídeos. Vamos continuar instigando internautas/telespectadores a conhecer novos lugares, pessoas, culturas e costumes. Continuaremos a experimentar os destinos para sugerir os melhores roteiros, oferecendo dicas para as pessoas desfrutarem o lugar
intensamente, mas com leveza e encanto. Sempre digo que o Vidarretada procura ser a melhor consultoria do bem viver”, disse o jornalista José Vieira Neto.

A escolha
Drica Lopes afirmou que descobriu o Vidarretada quando estava em busca de bons conteúdos e boas produções para o VRT Channel. “O Vidarretada me chamou atenção pela forma documental e leve como vocês mostram os destinos, as belezas dos lugares. O VRT Channel vai levar o Brasil para o 175 países e nada melhor do que mostrarmos as sonoridades dos nossos diversos sotaques e a beleza da nossa terra para o mundo. O Vidarretada é um programa que faz a diferença no VRT Channel”, disse.

 

Por Wellington Farias/do portal PB Agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *