Conheça 5 SUVs seminovos e automáticos por até R$ 60 m

Conheça 5 SUVs seminovos e automáticos por até R$ 60 mil

Em tempos de novos preços nas alturas, vale a pena dar uma olhada nos modelos com pouco uso

A preferência pelos SUVs tem sendo observada não apenas entre os modelos novos, mas também entre os usados. Pensando nisso, a reportagem de iG Carros elabora uma lista que mostra 5 modelos seminovos no segmento, todos com dois anos de uso e equipados com câmbio automático, um dos itens que se tornaram obrigatórios para os lojistas conseguirem desovar seus estoques quando o assunto é utilitário esportivo.

Mas não é qualquer SUV com essa configuração que se encontra até R$ 60 mil. Então, tivemos que selecionar os que ficam nesse patamar de preço, já que modelos como Honda HR-V , mesmo na versão básica EX, com dois anos de uso, ultrapassam a barreira dos R$ 75 mil com facilidade. Confira abaixo os utilitários esportivos seminovos que valem a pena, todos ano/modelo 2018.

1 – Jeep Renegade Sport

Renegade
Divulgação

Jeep Renegade: na comparação com a linha 2021 há poucas diferenças na 2018, que vem com o mesmo motor 1.8 flex do modelo novo

Lançado em 2015 no mercado brasileiro, o Jeep Renegade resistiu bem à enxurrada de SUVs compactos dos últimos cinco anos e ainda é um dos modelos mais populares no segmento.Por até R$ 60 mil, é possível encontrar unidades das versões Sport ou até da intermediária Longitude, do ano/modelo 2018.

O visual é quase o mesmo do novo, que em 2019 recebeu apenas retoques como refletores na cor ambar no lugar dos laranjas e LED nos faróis e lanternas, mas apenas nas versões mais bem equipadas. O motor é o mesmo 1.8 flex de sempre, que rende 139 cv quando funciona apenas com etanol. Só é preciso ficar de olho no consumo, de 7 km/l na cidade e 8,5 km/l na estrada, com etanol, conforme o Inmetro.

2 – Ford EcoSport SE 1.5

EcoSport
Divulgação

Ford EcoSport: já com o eficiente motor 1.5, de três cilindros, o SUV anda bem e não gasta muito combustível

Diferente do Jeep Renegade, o SUV compacto Ford EcoSport é um exemplo de carro usado que ainda tem o mesmo visual dos exemplares da linha 2021. É possível encontrar unidades da linha 2018 na versão SE com câmbio automático por algo em torno de R$ 60 mil.

Foi neste ano/modelo que esta configuração do EcoSport passou a contar com o motor 1.5, de três cilindros e 137 cv, combinado a um câmbio de seis marchas. Apesar de ser uma das mais básicas da linha, traz central multimídia, direção com assistência elétrica e controles eletrônicos de tração e estabilidade. Ao contrário do Jeep, o Ford é mais econômico, mas tem estepe na traseira, o que já caiu em desuso.

3 – Hyundai Creta Attittude

Creta
Divulgação/Hyundai Motor Brasil

Hyundai Creta: exceto por detalhes nos para-choques e nos faróis, a cara do SUV quase não mudou nos últimos três anos

Também gastando cerca de R$ 60 mil é possível levar para casa um exemplar do Hyundai Creta 1.6 Attitude 2018, que era a versão mais acessível do SUV compacto da marca sul-coreana, com quase o mesmo visual do modelo 2021, exceto por detalhes nos faróis e para-choques e alguns itens na lista de equipamentos, como os bancos revestidos parcialmente de couro.

Apesar do visual desatualizado em relação ao Creta novo, o SUV da marca corena traz o mesmo motor 1.6, de 130 cv, que pode ser combinado ao câmbio automático, de seis marchas. A lista de equipamentos também traz o mínimo para garantir o conforto dos passageiros, com rádio com bluetooth, ar-condicionado e vidros elétricos nas quatro portas.

4- Renault Duster Expression CVT

Duster
Divulgação

Renault Duster 1.6: na linha 2018 o SUV já tinha o motor 1.6 Sce que funciona com câmbio automático do tipo CVT

Já com o bom motor 1.6 Sce, capaz de render até 120 cv e 16,1 kgfm de torque a 4.000 rpm, o SUV da marca francesa tem jeito rústico, mas conta com uma suspensão que absorve bem as irregularidades do piso, além de distância livre do solo para enfrentar bem obstáculos urbanos como lombadas e valetas sem problemas.

Por um pouco mais de R$ 55 mil é possível encontrar a versão básica com câmbio automático CVT, que cumpre apenas o panel de manter o conforto, sem trancos entre as trocas e mantendo certo nível de economia de combustível, de 7,2 km/l na cidade e 7,8 km/l na estrada, conforme dados do Inmetro.

5 – Peugeot 2008 Allure 1.6 AT

Peugeot
Divulgação

Peugeot 2008: Há quase três anos, o SUV passava a contar com câmbio automático de seis marchas no lugar do que tem apenas quatro

Em 2018 em diante o SUV da marca francesa já vem com câmbio automático de seis marchas, da japonesa Aisin, no lugar do problemático, de quatro. Portanto, fuja dos modelos anteriores, exceto se quiser um carro manual. Sem as discretas mudanças estéticas adotadas na linha 2020, o utilitário esportivo, porém, ainda se mantém atual.

A posição de dirigir e o pequeno volante de três raios do Peugeot são dois itens que dão um tom um pouco mais esportivo ao SUV. Mas é bom não se empolgar, porque o motor é o pacato 1.6 flex, de 118 cv e 16,1 kgfm atingidos em altos 4.750 rpm, o que prejudica nas retomadas que exigem reduções de marcha para ter mais agilidade. O consumo é apenas mediano, de 7,3 km/l nna cidade e 8,7 km/l na estrada, com etanol, levando em conta os dados do Inmetro.

Fonte: undefined – iG /vavadaluz